23 de janeiro de 2021

Há algo de fascinante e atrativo em viajar para locais mais distantes. E não é só uma questão de achar que “a grama do vizinho é sempre mais bonita”. Em se tratando de viagem, é natural se sentir mais atraído por lugares e culturas diferentes. Afinal, viajamos também para conhecer coisas novas e expandir nosso conhecimento. Uma das minhas referências para descobrir novos lugares é a lista de “Melhores Lugares do Mundo para Conhecer”, publicada anualmente pela National Geographic. E foi uma surpresa quando vi o Salto Corumbá na lista de 2016.

Lembrei das vezes que olhei fascinada para listas anteriores, muitas vezes recheadas de lugares remotos para mim, e agora uma das indicações da lista estava do meu lado. E me dei conta de que aquele lugar próximo a mim poderia ser o destino dos sonhos para muita gente ao redor do mundo. 

Mas foi somente no fim de 2019, numa manhã de segunda-feira bem cedo, que peguei o carro e parti para passar o dia neste parque. A apenas 119Km de distância de Brasília-DF, e a 123Km de Goiânia-GO, o Salto Corumbá é perfeito para uma day trip partindo dessas duas cidades. Mas como o parque possui diversas trilhas, atividades na natureza (como passeio a cavalo, tirolesa, etc.) e mais 6 cachoeiras – além da cachoeira do Salto –, sinto muita vontade de voltar e passar um fim de semana completo por lá, para explorar melhor o que o lugar tem para oferecer. Para isso, o parque dispõe de pousada, restaurante e estrutura para camping.

Chegamos na hora que o parque estava abrindo, entregamos nossos bilhetes – comprados pela internet – na recepção, entramos com o carro, o deixamos no estacionamento e pegamos a trilha que leva à Cachoeira do Salto. O parque estava conservado, limpo e suas trilhas bem sinalizadas. A que leva à Cachoeira do Salto exige esforço leve, e a natureza exuberante do caminho nos distrai deste esforço. A alguns metros da chegada, já é possível ouvir o som da queda das águas, o que torna a trilha ainda mais leve e empolgante. A vista panorâmica ao chegar à cachoeira compensa cada passo dado até ali: o visual deslumbrante, a força e beleza das águas caindo e a “piscina” calma que se forma aos seus pés é o cenário perfeito para relaxar, se refrescar, e se conectar com a natureza.

E como se não bastasse tudo isso, o Salto Corumbá também fica a apenas 32Km de Pirenópolis, sendo possível conciliar os dois lugares em uma única escapada. 

Essa questão de sentir a energia de um lugar pode ser algo muito subjetivo, mas a energia que senti ao chegar ao fim de trilha, e ver a cachoeira do alto, foi das melhores. Não sei se foi o contato íntimo com um bioma tão peculiar como Cerrado ao longo da trilha, a força da água caindo de uma altura tão grande, a “piscina” convidativa que se forma com a queda dessa água, ou tudo junto, mas o fato é que caminhar pelo parque e avistar o Salto Corumbá nos faz sentir mais vivos! E nos faz enxergar com mais clareza que “os melhores lugares do mundo” para conhecer estão por todas as partes, e o destino dos sonhos de muita gente do outro lado do mundo pode estar ao nosso lado. Para informações atualizadas sobre horários de funcionamentos, preços, atividades e reservas, consulte o site do Parque no link: www.saltocoruba.com

compartilhe

Sobre

By Luzia é uma galeria e diário digital focados em fotografia, leitura e histórias de viagens pelas lentes e escrita de Luzia Cavalcante.

Newsletter

Inscreva-se para receber novidades

eyJpZCI6IjExIiwibGFiZWwiOiJuZXdzbHR0ZXIiLCJhY3RpdmUiOiIxIiwib3JpZ2luYWxfaWQiOiI0IiwidW5pcXVlX2lkIjoidmJuMjNhIiwicGFyYW1zIjp7ImVuYWJsZUZvck1lbWJlcnNoaXAiOiIwIiwidHBsIjp7IndpZHRoIjoiMTAwIiwid2lkdGhfbWVhc3VyZSI6IiUiLCJiZ190eXBlXzAiOiJub25lIiwiYmdfaW1nXzAiOiIiLCJiZ19jb2xvcl8wIjoiI2NkY2RjZCIsImJnX3R5cGVfMSI6ImNvbG9yIiwiYmdfaW1nXzEiOiIiLCJiZ19jb2xvcl8xIjoiI2ZmZmZmZiIsImJnX3R5cGVfMiI6ImNvbG9yIiwiYmdfaW1nXzIiOiIiLCJiZ19jb2xvcl8yIjoiI2U1ZTZlYSIsImJnX3R5cGVfMyI6ImNvbG9yIiwiYmdfaW1nXzMiOiIiLCJiZ19jb2xvcl8zIjoiI2ZmODA3YyIsImZpZWxkX2Vycm9yX2ludmFsaWQiOiIiLCJmb3JtX3NlbnRfbXNnIjoiVGhhbmsgeW91IGZvciBjb250YWN0aW5nIHVzISIsImZvcm1fc2VudF9tc2dfY29sb3IiOiIjNGFlOGVhIiwiaGlkZV9vbl9zdWJtaXQiOiIxIiwicmVkaXJlY3Rfb25fc3VibWl0IjoiIiwidGVzdF9lbWFpbCI6Imx1emlhbWNtQGdtYWlsLmNvbSIsInNhdmVfY29udGFjdHMiOiIxIiwiZXhwX2RlbGltIjoiOyIsImZiX2NvbnZlcnRfYmFzZSI6IiIsImZpZWxkX3dyYXBwZXIiOiI8ZGl2IFtmaWVsZF9zaGVsbF9jbGFzc2VzXSBbZmllbGRfc2hlbGxfc3R5bGVzXT5bZmllbGRdPFwvZGl2PiJ9LCJmaWVsZHMiOlt7ImJzX2NsYXNzX2lkIjoiNiIsIm5hbWUiOiJmaXJzdF9uYW1lIiwibGFiZWwiOiIiLCJwbGFjZWhvbGRlciI6Im5vbWUiLCJ2YWx1ZSI6IiIsInZhbHVlX3ByZXNldCI6IiIsImh0bWwiOiJ0ZXh0IiwibWFuZGF0b3J5IjoiMSIsIm1pbl9zaXplIjoiIiwibWF4X3NpemUiOiIiLCJhZGRfY2xhc3NlcyI6IiIsImFkZF9zdHlsZXMiOiIiLCJhZGRfYXR0ciI6IiIsInZuX29ubHlfbnVtYmVyIjoiMCIsInZuX29ubHlfbGV0dGVycyI6IjAiLCJ2bl9wYXR0ZXJuIjoiMCIsInZuX2VxdWFsIjoiIiwiaWNvbl9jbGFzcyI6IiIsImljb25fc2l6ZSI6IiIsImljb25fY29sb3IiOiIiLCJ0ZXJtcyI6IiJ9LHsiYnNfY2xhc3NfaWQiOiI2IiwibmFtZSI6ImVtYWlsIiwibGFiZWwiOiIiLCJwbGFjZWhvbGRlciI6ImUtbWFpbCIsInZhbHVlIjoiIiwidmFsdWVfcHJlc2V0IjoiIiwiaHRtbCI6ImVtYWlsIiwibWFuZGF0b3J5IjoiMCIsIm1pbl9zaXplIjoiIiwibWF4X3NpemUiOiIiLCJhZGRfY2xhc3NlcyI6IiIsImFkZF9zdHlsZXMiOiIiLCJhZGRfYXR0ciI6IiIsInZuX29ubHlfbnVtYmVyIjoiMCIsInZuX29ubHlfbGV0dGVycyI6IjAiLCJ2bl9wYXR0ZXJuIjoiIiwidm5fZXF1YWwiOiIiLCJpY29uX2NsYXNzIjoiIiwiaWNvbl9zaXplIjoiIiwiaWNvbl9jb2xvciI6IiIsInRlcm1zIjoiIn0seyJic19jbGFzc19pZCI6IjEyIiwibmFtZSI6InNlbmQiLCJsYWJlbCI6ImVudmlhciIsImh0bWwiOiJzdWJtaXQiLCJhZGRfY2xhc3NlcyI6IiIsImFkZF9zdHlsZXMiOiIiLCJhZGRfYXR0ciI6IiIsImljb25fY2xhc3MiOiIiLCJpY29uX3NpemUiOiIiLCJpY29uX2NvbG9yIjoiIiwidGVybXMiOiIifV0sIm9wdHNfYXR0cnMiOnsiYmdfbnVtYmVyIjoiNCJ9fSwiaW1nX3ByZXZpZXciOiJzaW1wbGUtd2hpdGUucG5nIiwidmlld3MiOiIyMTA3IiwidW5pcXVlX3ZpZXdzIjoiMjY5IiwiYWN0aW9ucyI6IjIiLCJzb3J0X29yZGVyIjoiNCIsImlzX3BybyI6IjAiLCJhYl9pZCI6IjAiLCJkYXRlX2NyZWF0ZWQiOiIyMDE2LTA1LTAzIDE1OjAxOjAzIiwiaW1nX3ByZXZpZXdfdXJsIjoiaHR0cHM6XC9cL2J5bHV6aWEuY29tXC93cC1jb250ZW50XC9wbHVnaW5zXC9jb250YWN0LWZvcm0tYnktc3Vwc3lzdGljXC9hc3NldHNcL2Zvcm1zXC9pbWdcL3ByZXZpZXdcL3NpbXBsZS13aGl0ZS5wbmciLCJ2aWV3X2lkIjoiMTFfMzI5NjgwIiwidmlld19odG1sX2lkIjoiY3NwRm9ybVNoZWxsXzExXzMyOTY4MCIsImNvbm5lY3RfaGFzaCI6IjU1NTJmMjdjMDI2M2QxODhiNTNlMzA2NGRmNmFiMWZkIn0=

você poderá se descadastrar a qualquer momento